O projeto visa identificar a melhor opção de equipamentos (câmeras, lentes, cabos, etc) para cada setor do imóvel a ser monitorado e, com isso, evitando adquirir equipamentos inapropriados a instalação, por exemplo, câmeras de uso interno instaladas em ambientes externos (expostas a sol e chuva), cabos para uso em câmeras analógicas (mesmo sendo de boa qualidade), mas não apropriados a câmeras em alta definição, fontes de alimentação com amperagem inferior a mínima necessária entre outros, alem de podermos evitar “pontos cegos”, ou seja, áreas importantes não monitoradas nas imagens.

Muito importante para a correta elaboração do projeto é identificar as reais necessidades do proprietário da obra e esclarecê-lo sobre os meios disponíveis para se atingir os objetivos almejados, como qualidade das imagens ao vivo e gravadas, confiabilidade, durabilidade e facilidade de operação dos equipamentos e dos softwares, os aplicativos e suas funcionalidades disponíveis. Outro ponto importante é definir o quanto será investido e as atuais limitações financeiras na hora de elaborar o seu projeto, pois isso permite melhor planejar se o mesmo será executado de imediato ou em etapas.